Primeiro Lugar InspireWeb

Segundo Lugar NerdWeb

Terceiro Lugar Evonline

Quarto Lugar FreshLab

Quinto Lugar 325Web

 

8 fatores que você deve prestar atenção!

 

1. Defina os serviços necessários a partir de seus objetivos
Antes de sair procurando uma agência, olha para dentro da sua empresa. Vá até seu plano de negócios e verifique quais são os objetivos de marketing para o ano.

Reúna-se com seu time e veja o que precisa ser feito para atingir essas metas. Logo após, trace uma espécie de plano de ação com as estratégias a serem utilizadas e veja o que sua equipe interna pode executar.

Com isso, você saberá quais são as suas necessidades de marketing, ou seja, as lacunas que um serviço terceirizado pode preencher.

Por exemplo, você pode definir que seu produto precisa de uma campanha no Google Adwords.

Caso sua equipe não tenha muita experiência com essa ferramenta, uma agência de marketing digital pode ser útil e trazer os resultados desejados.

O tamanho das suas necessidades e expectativas definirão, por exemplo, os serviços que as empresas devem oferecer, o porte das agências, suas especialidades, o tempo de contrato e se será necessária a contratação de uma agência ou consultoria. Afinal, isso também faz diferença.

Ambas têm o papel de analisar seus objetivos, metas, público-alvo e ofertas, certo? A questão é que as agências também executam o seu plano de ação; já as consultorias orientam seus colaboradores sobre o que deve ser feito.

2. Pesquise sobre o histórico e a reputação da agência
O primeiro ponto é verificar o tempo de existência dessas empresas. Mas é bom não se enganar pelos números nessa análise.

Como o marketing digital não é algo tão antigo assim, o fato de uma agência ter 30 anos de experiência no mercado pode não dizer muita coisa, principalmente em relação à sua expertise com estratégias de marketing na internet.

Por outro lado, décadas de funcionamento também representam consolidação no mercado. Empresas com mais tempo costumam ser mais resilientes e têm mais trabalhos para serem analisados.

As mais novas, especialmente as que nasceram neste século, já estão mais integradas com todas as novidades tecnológicas e atualizações do marketing digital. No entanto, a falta de uma maior experiência ou um portfólio mais robusto pode pesar contra.

Por isso, mais do que apenas analisar o tempo de vida, é importante prestar a atenção em outros fatores, como:

Serviços que foram agregados com o tempo: vale a pena dar uma olhada em como a empresa começou e se atualizou;
Certificações e parcerias: as agências que atuam no marketing digital e são parceiras ou certificadas por empresas como Hubspot, Google e Resultados Digitais apresentam mais confiança para entregar serviços de qualidade;
Premiações: mais do que recompensar e reconhecer bons trabalhos, as premiações transmitem mais credibilidade para as agências, servindo como um ponto de referência para o público;
Notícias na mídia: nada como uma pesquisa no Google e nos portais de notícia para procurar algum material que traga informações relevantes sobre as agências.

3. Considere a localização da empresa
Essa questão é importante para as empresas que valorizam um relacionamento próximo fisicamente.

Por mais que os serviços de marketing digital possam ser feitos e aprovados à distância, nem sempre essa comunicação impessoal pode ser boa para os negócios. Existem profissionais que não se sentem confortáveis em tratar de assuntos mais delicados por chats ou videoconferências.

Se você é um gestor que gosta de ter reuniões presenciais e um contato mais direto com seus parceiros de negócio, as agências da sua cidade ou região podem ser mais interessantes para sua empresa.

Além do mais, a proximidade geográfica favorece, por exemplo, o agendamento de visitas pessoais para conhecer as instalações das agências. Dessa maneira, você pode se certificar que as empresas possuem, ou não, estrutura para atender suas demandas.

Contar com agências fisicamente próximas da sua empresa pode até não garantir resultados, mas permite uma avaliação mais completa das ofertas disponíveis.

Caso a distância não seja um problema para você, coloque as agências de outras regiões e estados nas mesmas condições de contratação.

4. Avalie os cases de sucesso
Não dá para fechar com uma prestadora de serviços sem ter boas referências, não é mesmo? Por isso, não deixe de pesquisar o portfólio das agências e veja como elas ajudaram outros clientes.

Normalmente, essas empresas expõem parte do seu case em seus sites ou em materiais ricos, como e-books e whitepapers. Caso o acesso não seja público, não hesite em entrar em contato com as agências e pedir algum material que mostre seus trabalhos.

Um detalhe importante a ser analisado é o segmento dos clientes atendidos. Por exemplo, se a sua empresa é do setor imobiliário, então é aconselhável investigar o histórico das agências com empresas e profissionais do mesmo ramo.

O porte das empresas atendidas também conta bastante. Afinal, se você gere o marketing de uma média empresa, as chances de sucesso serão maiores ao escolher uma agência ou consultoria que tenha uma vasta experiência com organizações do mesmo tamanho.

como escolher uma agência de marketing digital

5. Converse com outros clientes
Você pode aprofundar ainda mais essa pesquisa se entrar em contato com parte dos clientes atendidos pelas agências.

Tem empresas que exibem sua cartela de clientes no site para incrementar sua prova social. É como se elas quisessem mostrar: “Olha, se atendemos a empresa X, também podemos fazer muito por você”! Algumas vão além e até exibem depoimentos de clientes satisfeitos.

De fato, tudo isso tem um grande valor. Entretanto, não dá para levar em conta somente os argumentos promocionais e de venda das próprias agências.

Em vez disso, aproveite para entrar em contato com esses clientes para agendar reuniões. Esses encontros, virtuais ou físicos, devem tratar da relação dessas empresas com as agências, dos resultados obtidos, do nível de satisfação, enfim, tudo que possa contribuir com a sua pesquisa.

Esse é um dos momentos mais propícios para tirar dúvidas sobre a atuação dessas agências.

6. Analise os canais de comunicação da agência
Na hora de escolher uma agência de marketing digital, nada é mais apropriado do que avaliar como ela cuida do seu próprio marketing digital.

Faça essa análise como se a agência fosse um concorrente seu. Procure pontos fortes e fracos em todos seus canais de comunicação e relacionamento na internet.

Você pode dividir esse diagnóstico por canais e estratégias, como:

Site: avaliar a usabilidade das páginas, se elas otimizadas para dispositivos móveis, etc.;
Blog: os conteúdos são de boa qualidade? A agência disponibiliza e-books, webinars, infográficos?
Redes sociais: quais são os tipos de posts? Como as agências se relacionam com seus seguidores? As publicações costumam gerar um bom engajamento? Os vídeos e imagens são bem produzidos?
SEO: selecione alguns posts do blog e veja onde eles estão posicionados nos resultados de pesquisa do Google. Além disso, analise a distribuição de palavras-chave nos textos e outros fatores que influenciam no ranqueamento do site nos motores de busca.
O dever de casa bem-feito é sempre uma boa referência. Afinal, ele dá uma ideia de como a sua empresa pode ser atendida.

7. Conheça os profissionais da casa
O contato com as pessoas que fazem as agências funcionarem também é relevante. São vários os fatores a serem analisados, como a satisfação profissional, o histórico e as especialidades desses profissionais.

A felicidade dos colaboradores é um ponto significativo. Ele está diretamente ligado com o lado motivacional e produtivo dos funcionários. Enfim, quanto melhor for o ambiente de trabalho, maior será o rendimento e a qualidade dos serviços entregues.

Por isso, converse com as pessoas, visite as agências e sinta o clima organizacional delas. Detalhes como uma boa recepção, conforto e descontração são diferenciais importantes, pois fazem qualquer cliente se sentir em casa.

Sobre o histórico e as especialidades, eles têm a ver com a capacidade técnica dos colaboradores. Nesse ponto, é bom pesquisar mais sobre o currículo desses profissionais, suas certificações, premiações e referências de outros clientes.

Caso a equipe que for responsável por cuidar do seu marketing digital contenha muitos jovens e entrantes no mercado, valorize pontos como determinação, vontade de crescer e profissionalismo.

8. Pondere os preços praticados pelas agências
Por último, mas não menos importante, deve-se levar em conta o quanto esse investimento custará para a sua empresa.

Mas aqui vai uma dica importante: não pense apenas com o bolso! Em tempos de crise, preços mais baixos, geralmente praticados por pequenas empresas e profissionais autônomos, podem até parecer mais atraentes.

Entretanto, eles não garantem capacidade de atendimento e entrega de resultados. Portanto, desconfie daquelas que cobrarem um preço muito abaixo da média do mercado.

O que precisa ser valorizado, nesse quesito, é o custo/benefício. Trata-se de equilibrar o preço, os serviços contratados e a qualidade da agência.

Você se lembra da nossa primeira dica? Lá, falamos de entender suas necessidades para descobrir o que realmente precisa ser exigido das agências. Essa autoanálise é boa, inclusive, para economizar.

É possível notar, por exemplo, que sua empresa precisa somente de serviços pontuais. Assim, não será preciso gastar com pacotes mais completos e caros.

Economia só é boa se você estiver em condições de economizar. Se você tem a possibilidade de crescer com o marketing digital, não hesite em investir, pois as vendas e os clientes não cairão do céu.

Devido à quantidade de critérios a serem analisados, não é tão simples escolher uma agência de marketing digital.

Depois de entender seus problemas e expectativas (esse passo é indispensável!), é preciso analisar o peso que cada um dos fatores seguintes exerce em sua decisão.

A intenção é fazer você chegar em um denominador que seja resultante da combinação de todas as características pesquisadas, como localização, portfólio, reputação, preço, etc. Dessa maneira, suas chances de errar na contratação serão bem reduzidas.

Mais do que saber como escolher uma agência digital, é importante entender como avaliar o trabalho dessas empresas.

Por isso, recomendamos a leitura do nosso artigo com as principais métricas de Marketing que você deve mensurar para validar seus esforços.

 

 

 

 

 

Resultado da Pesquisa executada  na região metropolitana de Curitiba no dia 16.07.2019
agencia de marketing digital em curitiba criação de sites em curitiba site barato em curitiba site com desconto
melhor agencia em curitiba quero fazer um site site profissional site basico site top site e-commerce em curitiba

 

Vantagens

  • Credibilidade das mídias tradicionais: o rádio, a TV e o jornal ainda trazem a inúmeros consumidores uma noção de credibilidade maior e por isso os anunciantes que usam esses veículos podem ser vistos como empresas mais “sérias” ou mais “confiáveis”;
  • Alcance de um público determinado: embora a internet esteja em vários lares brasileiros, infelizmente ela ainda não é a realidade de muitas pessoas, principalmente as que moram em zonas mais afastadas. Se esse público é o que consome os seus produtos, então é preciso usar os veículos que eles têm acesso.

Desvantagens

  • Pode ser visto como intrusivo por uma parcela da população;
  • É difícil metrificar o seu alcance;
  • Em alguns casos, o seu valor é bastante superior;
  • Não permite a interatividade;
  • É mais difícil conseguir engajamento com a marca.

FONTE http://abre.ai/dicainspire

 

 

Inspire Web Criação de Sites em Curitiba Marketing Digital em Curitiba Marketing Online Marketing Offline Marketing Digital resultado online resultados imediatos como criar estrategia de mídia digital como obter olhares optima produtora actusfilms films motion designer

é considerado o pai do Marketing — conceitua marketing como “o processo social por meio do qual pessoas e grupos de pessoas satisfazem desejos e necessidades com a criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços de valor com outros”.

Porém, as maneiras de fazer com que isso aconteça sofrem mudanças quase que diariamente. Por isso, atualmente é impossível falar de marketing e ignorar que a maior parte da população mundial está conectada à internet e faz compras online.

É por isso que o Marketing Digital é a principal forma de fazer e conceituar marketing nos dias de hoje. O termo é usado para resumir todos os seus esforços de marketing no ambiente online.

Usando canais digitais — como blogs, sites, motores de busca, mídias sociais, email e outros —, as empresas tentam solucionar dores e desejos de clientes e potenciais clientes.

Você entendeu a “sacada” do conceito apresentado pelo professor Kotler? Trata-se de um processo social! É algo que depende do acordo entre duas pessoas dentro de um contexto.

Marketing Digital pode ser realizado por pessoas, empresas, universidades, ONGs, associações, igrejas… Assim, também há fatores culturais, psicológicos, geográficos, jurídicos que influenciam as pessoas na hora de comprar ou vender um produto ou serviço.

E cada um deve fazer o que pode, com os meios que tem, para encontrar as oportunidades certas nesse meio!

Atuando desde 2000 no ramo automotivo, eles contam com uma equipe de profissionais qualificados com mais de 15 anos de experiência na área de manutenção de veículos. Com ferramentas e equipamentos de ponta, conseguimos prestar um serviço de alta qualidade.

A Box 46 é Parceira da Inspire Web, Inspise-se você também!

 

Inspire-se

 

Oficina mecanica em Piraquara box46 troca de oleo piraquara mecanico em piraquara troca de pneu troca de freio revisão automovel oficina mecanica oficina de qualidade oficina automotiva site em piraquara criar site em piraquara criação de sites em piraquara criação de sites em pinhais criação de sites em quatro barras

 

1- Investimento Baixo
A ferramenta do Google Ads te dá total liberdade de escolha de quanto você quer investir, sem precisar fazer contrato ou trabalhar com o mesmo valor todo mês.

Para mensurar melhor o valor de investimento, pense sempre quanto você quer gerar de visita em seu site.

2 – Você só paga quando o usuário clicar no seu anúncio!
Vou te explicar como isso funciona: Quando você cria um anúncio com as suas palavras chaves, ele está apto para aparecer no Google (mas claro primeiro o seu anúncio tem que passar pela política do Google Ads).

Após isso, sempre que alguém escrever as suas palavras chave, o seu anúncio irá concorrer com os mesmos que pagam por ela.

Chamamos isso de leilão das palavras chave. Quando você vence o leilão, o seu anúncio irá aparecer para o usuário. Pronto, agora é só ficar na expectativa do clique. Caso o usuário não clique, fique tranquilo, você não irá pagar nada.

3- Aumente o Tráfego para o seu site
Você pode ter vários tipos de público ao mesmo tempo nas suas páginas conforme as suas campanhas paras as páginas definidas.

Quer um exemplo? Deixa comigo. 🙂
Você tem um e-commerce: vende bola de futebol e roupas para academia certo?

Você pode fazer uma campanha para segmento e direcionar essas pessoas para a página desejada. Fazendo isso, você aumenta a sua taxa de conversão por direcionar o público certo para o lugar certo no seu site.
(Não se esqueça de anotar essa dica).

4- Campanha certa para pessoa certa
Uma coisa é fato, campanha bem feita, você vai conseguir aparecer para o seu público-alvo e terá conversões altas.

O Google AdWords te dá inúmeras formas para aparecer para esse público: seja por região, idade, interesse e muito mais.

 

Inspire-se

 

 

4 dicas - Como investir no Google AdWords em Curitiba como investir em google ads ads funciona marketing digital em curitiba marketing digital eficaz como obter resultados no google adwords ads como campanha ads gerenciamento de midias em curitiba designer web em curitiba wordpress em curitiba site profissional site responsivo como fazer campanha criação de sites em curitiba criar site em curitiba site barato curitiba site curitiba site gratis

 

 

Referencia em Maquiagem e em Visagismo Ju Friedrich dita as tendencias em Curitiba e contou com a Inspire Web pra deixar seu site na primeira pagina do Google.

Conheça mais sobre 

Sou microempreendedora na área da beleza e bem estar. Atuo como maquiadora oficialmente desde 2003 e desde 2011 na execução de penteados.

Meu atendimento é personalizado e exclusivo… (Uso esse termo desde sempre. Usava e usam até hoje o termo “atendimento domiciliar” mas como eu nunca gostei desse termo, dei esse título para descrever o tipo do meu atendimento. Não sei se posso afirmar que iniciei com essa expressão ou título, mas tudo que eu lia a respeito, não era falado assim).

Desde o meu primeiro atendimento “personalizado e exclusivo” que fiz para uma noiva descobri que era exatamente assim que eu gostaria que fosse:

Eu queria ir até a cliente;
Eu queria estar disponível para ela;
Eu queria tendê-la no local de sua preferência.
Assim, eu trabalharia no meu ritmo criativo, organizaria minha agenda e meu tempo. Conseguiria ter uma linha de trabalho e perfil de atendimento, ser autêntica nas minhas produções.

Nessa época, eu cursava faculdade de TEATRO no período da tarde . Estudar e trabalhar era complicado com relação à horários. Eu trabalhava apenas nos finais de semana. Foi então, que fiz um pequeno estágio como maquiadora num salão de beleza que serviu para me mostrar que eu não sou de ficar esperando a cliente chegar. EU QUERO IR ATÉ ELA.

 

Maquiagem em Curitiba - Maquiadora em Curitiba - Visagismo em Curitiba - Criar Site em Curitiba - Criação de Sites em Curitiba - Site em Curitiba - Site Profissional - SEO - Agencia Web - Agencia de Marketing - Agencia de Marketing Digital - Inspire Web - InspireWeb - Agencia CWB - Wixx -
Criação de Sites Piraquara

O SEO (Search Engine Optimization), também conhecido como otimização de sites, é rapidamente definido como uma forma de aumentar os acessos do seu site através de um conjunto de técnicas e estratégias que permitem que um site melhore seu posicionamento nos resultados orgânicos dos mecanismos de busca, como Google e Bing.

Leia mais

Criação de Sites Pinhais

Um site na internet não é mais um luxo para poucos, e sim uma regra geral para empresas que querem sobreviver em um mercado cada vez mais agressivo e um mundo globalizado.

Leia mais